Mestrado Profissional em
Ciência da Sustentabilidade

assista o video

DURAÇÃO
24 MESES

INÍCIO DA
PRIMEIRA TURMA
AGOSTO 2020

Assista a palestra de lançamento aqui.

Vivemos um momento de enormes desafios para o desenvolvimento sustentável, onde os efeitos das mudanças climáticas, o esgotamento dos recursos naturais, a degradação ambiental e a urbanização desordenada geram e intensificam a pobreza, a violência, as desigualdades e ameaçam a saúde e a paz mundiais.

Frente a esses desafios, o Mestrado Profissional em Ciência da Sustentabilidade da PUC-Rio pretende prover ferramentas para o entendimento das dinâmicas entre sistemas humanos e sistemas naturais e para o desenvolvimento de soluções aplicadas e customizadas, abordando grandes temas da Sustentabilidade, tais como:

  • Desafios globais e locais do Antropoceno, incluindo mudanças climáticas, crises da biodiversidade e dos oceanos;
  • Interdependência e sinergias entre meio ambiente e problemas sociais como pobreza, desigualdade e saúde;
  • Biodiversidade e serviços ambientais aliados à redução de pobreza e melhoria da saúde;
  • Indicadores de desenvolvimento e de sustentabilidade;
  • Instrumentos, ferramentas e metodologias aplicados à sustentabilidade corporativa;
  • Acordos, leis e políticas públicas socioambientais globais, regionais, nacionais e sub-nacionais;
  • Planejamento integrado do uso da terra (conservação, restauração, agricultura e pecuária sustentáveis);
  • Cidades sustentáveis e infraestrutura verde;
  • Economia da sustentabilidade: fundamentos e ferramentas;
  • Inovações tecnológicas setoriais visando transição para baixo-carbono, incluindo energias renováveis, agricultura de baixo carbono e transportes.

O Mestrado Profissional em Ciência da Sustentabilidade da PUC-Rio é o primeiro curso de pós-graduação do Brasil em Ciência da Sustentabilidade

A Ciência da Sustentabilidade é um novo campo que desenvolve e aplica abordagens transdisciplinares da fronteira da ciência para contribuir com os desafios da transição para a sustentabilidade. Inspirado nos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, o curso busca a interação entre as ciências naturais, sociais, humanas e de viés tecnológico.

O programa surge para atender uma demanda reprimida de profissionais dos setores público, privado e terceiro setor que carecem de formação de pós-graduação nessa importante temática.

Sobre o Programa

O Programa de Pós Graduação em Ciência da Conservação e Sustentabilidade (PGCS), do qual o Mestrado Profissional faz parte, foi criado a partir de interesses acadêmicos e profissionais de docentes e pesquisadores de diversos departamentos da PUC-Rio, de outras instituições de ensino e pesquisa do Rio de Janeiro, de organizações do terceiro setor, de demandas do setor público, como o Ministério do Meio Ambiente, e de parceiros internacionais como a Universidade de Cambridge, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, a Convenção de Diversidade Biológica e o Painel Intergovernamental para Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES).

O embrião do grupo surge do encontro e colaboração entre os dois coordenadores do Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio (CSRio) na PUC-Rio, professores Agnieszka Latawiec e Bernardo B. N. Strassburg, com o Prof. Fabio Scarano, então Diretor do Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico e posteriormente Vice-Presidente da Conservação Internacional, e com o Dr.Carlos Scaramuzza, ex-Superintendente de Conservação da WWF e ex-Diretor de Conservação de Ecossistemas do Ministério do Meio Ambiente. Esta interação entre carreiras acadêmicas, experiência na direção das duas maiores ONGs de conservação do mundo e no Ministério do Meio Ambiente, e das três instituições com o setor privado, tornou latente a necessidade e a potencialidade de pesquisas transdisciplinares que incluíssem elementos aplicados desde sua concepção.

Como demonstração da dedicação da Ciência da Sustentabilidade à problemas concretos, que se encaixam naturalmente com o perfil de um curso de Mestrado profissional, colaborações com o Ministério do Meio Ambiente são fortalecidas, como exemplo, as contribuições centrais da equipe IIS/CSRio ao Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa e às metas de conservação e uso da terra da NDC brasileira ligadas ao Acordo de Paris no âmbito da Convenção do Clima da ONU.

Histórico do curso

No Brasil a Ciência da Sustentabilidade ainda está dando os seus primeiros passos. Não há nenhum curso de pós-graduação – acadêmico ou profissional – voltado especificamente para a Ciência da Sustentabilidade, embora vários tenham elementos da mesma em maior ou menor grau.

A PUC-Rio criou, em 2013, a disciplina chamada Ciência da Sustentabilidade na graduação e na pós-graduação em Geografia. Em 2015 foi criado o Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio de Janeiro (CSRio) ligado ao Centro de Ciências Sociais da PUC-Rio. O núcleo hoje é o único centro de síntese em ciências da sustentabilidade existente no Brasil e um dos quinze existentes no mundo. Apesar da sua juventude, o Centro já agrega pesquisadores de diferentes unidades e departamentos da PUC e outros parceiros nacionais e internacionais. A atenção despertada pela criação do CSRio, levou à decisão de criar o Programa de Pós-Graduação em Ciências da Conservação e Sustentabilidade (PGCS) e o curso de Mestrado Profissional em Ciência da Sustentabilidade, alocados no Departamento de Geografia e Meio Ambiente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

A criação do presente mestrado profissional busca formas concretas do exercício da  multidisciplinaridade através de um esforço de integração no tratamento dos processos ecológicos, sociais e culturais ocorridos no ambiente (compreendido como integrador da dimensão natural com a social).

Área de Concentração:
Ciência da Sustentabilidade

A área de concentração Ciência da Sustentabilidade tem como objeto de estudo:

i) a busca das soluções para os problemas relacionados à transição para sustentabilidade;

ii) a busca do conhecimento científico integrado sobre as interações entre sistemas naturais e humanos.

A Ciência da Sustentabilidade busca interações com disciplinas das ciências naturais, sociais e humanas, bem como disciplinas técnico-científicas. Um tema que une pesquisa e prática da Ciência da Sustentabilidade é a interface de mão dupla entre pesquisa e tomada de decisões.

Linhas de pesquisa do curso

Objetivos do Curso

  • Contribuir para a incorporação de políticas e práticas sustentáveis nos setores público e privado;
  • Contribuir para o avanço da ciência da sustentabilidade no Brasil e no mundo;
  • Contribuir para a melhoria do diálogo entre a ciência e a tomada de decisão na arena socioambiental;
  • Formar e capacitar profissionais de diferentes setores para lidar com os desafios da sustentabilidade;
  • Formar e capacitar profissionais de diferentes setores na teoria e prática da ciência da sustentabilidade;
  • Formar e capacitar profissionais para facilitar e promover o diálogo entre os setores socioambiental e de desenvolvimento;
  • Promover o diálogo e colaboração transdisciplinar entre profissionais da PUC-Rio oriundos de diferentes unidades.

A Quem se Destina

O público-alvo do programa é o de profissionais dos setores público, privado e terceiro setor que necessitam adquirir e/ou aprimorar seus conhecimentos e práticas referentes à sustentabilidade. Também compõe o público-alvo, estudantes egressos de cursos de graduação de áreas diversas, como a Geografia, a Biologia, a Engenharia Ambiental, a Ciência Política, Relações Internacionais, Economia, entre outros.

Perfil do Egresso

O egresso do programa de mestrado profissional em Ciência da Sustentabilidade da PUC-Rio terá desenvolvido as seguintes habilidades específicas:

  • Domínio conceitual da Ciência da Sustentabilidade;
  • Habilidades no uso das ferramentas e práticas voltadas à sustentabilidade, inclusive aquelas voltadas para a promoção de diálogo e resolução de conflitos entre diferentes atores;
  • Habilidade de comunicação oral e escrita em português e inglês;
  • Habilidades organizacionais e de trabalho em equipe;
  • Habilidades na gestão de projetos, planos e políticas.

No setor público, o mestre profissional em ciência da sustentabilidade será capaz de atuar nos governos federal, estadual e municipal em atividades de gestão, planejamento e mediação de conflitos que visem a incorporação de práticas sustentáveis às políticas públicas.

No setor privado, o mestre profissional em ciência da sustentabilidade será capaz de atuar em empresas (financeiras, agropecuárias, óleo e gás, mineração, infraestrutura, etc.) desenvolvendo e monitorando a política de sustentabilidade das mesmas, assim como produzindo os relatórios anuais de sustentabilidade. Também poderá atuar no crescente campo de consultoria em aspectos da sustentabilidade.

No terceiro setor, o mestre profissional em ciência da sustentabilidade será capaz de atuar em ONGs (ambientais, sociais, de desenvolvimento, etc.) desenvolvendo, gerenciando e executando projetos de base sustentável em âmbito local, nacional e global.

Infraestrutura

Bibliotecas

A PUC-Rio dispõe de um sistema de bibliotecas contendo um amplo acervo (mais de 150.000 títulos de livros) e acesso a periódicos (mais de 33.000 títulos de periódicos).

Rio Datacentro

O Rio Datacentro (RDC), órgão de apoio vinculado à Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos, provê a infraestrutura de serviços de informática e comunicação de dados necessária para o desempenho das atividades acadêmicas e administrativas da PUC-Rio, incluindo laboratórios de microcomputação, consistindo de um conjunto de 11 salas, ocupando com 450m2 , com 284 microcomputadores conectados à Internet, software de emprego geral e programas específicos para as atividades de diversos cursos, impressoras e recursos para digitalização de imagens.

Laboratório de Geoprocessamento (LABGis)

O LABGis conta com 20 estações de trabalho, dois servidores de dados geográficos, softwares das famílias Arcview, Erdas, Imagem e Ecognition, além de uma base de dados geográficos envolvendo dados vetoriais e imagens em diferentes escalas, além de GPS diferencial e um plotter. O laboratório dispõe igualmente de vários aparelhos de GPS portáteis, sendo que o conjunto desse instrumental permite que os alunos interajam informações de diferentes origens, facilitando um entendimento mais integrado do espaço geográfico e suas projeções, a partir de níveis muito distintos de tecnologias.

Laboratório de Geografia Física

O Laboratório de Geografia Física tem instalações e equipamentos suficientes para o desenvolvimento de pesquisas na área de hidrologia e pedologia, e vem sendo utilizado como ponto de mensuração de dados e materiais obtidos nos diversos trabalhos de campo e áreas de investigação na cidade do Rio de Janeiro.

Laboratório de Ecologia

O laboratório de Ecologia é organizado para servir a trabalhos de monitoramento, pesquisas de campo bem como apoiar inventários florísticos de uma maneira geral e da fauna endopedônica.

Salas de Aula

A PUC-Rio dispõe de 185 salas de aula, todas equipadas com pelo menos Datashow, sendo 44 delas salas multimeios com diversos outros recursos de informática e multimídia.

Duração e carga horária

O custo tem duração de 24 meses, sendo que os créditos devem ser concluídos nos três primeiros semestres e o quarto semestre seja integralmente dedicado à confecção da dissertação. Ao longo dos três primeiros períodos, o mestrando poderia cursar duas disciplinas obrigatórias e uma ou duas eletivas por período, de forma a somar os 12 créditos eletivos requeridos. Dentre as eletivas, é recomendável que o mestrando procure um balanço entre as disciplinas de conteúdo teórico com as de ferramentas e prática.

As aulas serão ministradas de segunda à quarta-feira , das 19h00 às 22h00, no campus PUC Gávea.